sábado, 3 de novembro de 2012

Momento


Não me apaixono fácil por pessoas, sou mais detalhista em caráter do que qualquer outra coisa.  Somente amizades sinceras me convencem, sorrisos com ternura e afeto. 
 Gestos solidários e humanos, a dedicação pela vida, a luta por objetivos. Sem isto, nada me atrai.  Preciso de pessoas bem aventuradas que valorizam a vida e as palavras. Enfim, minhas regras são um pouco exigentes.. Mas só em relação às pessoas, incrível como eu me apego fácil a uma roupa que experimento e não quero mais tirar ou a um sapato que é exatamente como queria, e aquela química consumista rola facilmente. Ou então a um simples cartão no qual as palavras mechem comigo, a um abraço amável.
 Algumas vezes tenho até vergonha alheia de algumas pessoas, por serem tão fúteis, por dar tanto valor a uma imagem, ao mostrar. Repugna-me ver uma cara de nojo.  
  Por isso apaixono-me tão fácil por momentos ricos em emoções, alegria e em euforia. Por paisagens que encantam com simplicidade e bem-estar.  Por lugares que me trazem paz e conforto. A natureza me fascina mais do que um rosto com más intenções. Para ela, não tenho regras, apaixono-me por tudo que ela me oferece, pois tudo que ela possui é natural, ela não força nada, tudo que nela acontece é destino, a natureza não mente, não engana. Ela está sempre ali, não faz questão se mostrar, mas algumas vezes, é realmente espetacular!
 Neste dia que fotografei, ela chamou mais atenção do que qualquer pessoa passando com um sapato caro, com um cabelo feito. E ela nem precisou de nada para isso.. 

Aí está o lugar pelo qual já me apaixonei milhares de vezes, e a pessoa com a sorriso mais sincero!! 











Nenhum comentário:

Postar um comentário